2: 3: 5: 6: 7: 8:

sábado, 5 de março de 2022

Confira 05 livros fantásticos sobre a Segunda Guerra Mundial


Sem dúvida, a Segunda Guerra Mundial foi um dos conflitos mais letais da história da humanidade. Ultrapassando 70 milhões de mortes e mobilizando mais de 100 milhões de militares, esse confronto continua despertando a curiosidade de pesquisadores, acadêmicos e leitores mesmo depois de mais de 70 anos do seu fim. Por isso, muitos livros de ficção e não ficção já foram publicados sobre o tema.

Você é um desses curiosos e quer aprender mais sobre a Segunda Guerra Mundial? Então, confira a seguir os melhores livros sobre o tema!

1. A mente de Adolf Hitler, de Walter C. Langer

Embora muitos já tenham escrito sobre Adolf Hitler, poucos autores se dedicaram a compreender os seus padrões de comportamento e seu modo de pensar. Por isso, em “A mente de Adolf Hitler”, Walter Langer escreveu a biografia psicológica do famoso líder alemão.

Ele entrevistou várias pessoas que conviveram com Hitler para entender como suas ideias o levaram a odiar tantas pessoas e à derrota militar.

De fato, essa obra é um dos documentários históricos mais importantes para compreensão da Segunda Guerra Mundial.

2. Caçadores de nazistas, de Andrew Nagorski

Ver Preço →
Depois que a Segunda Guerra Mundial e os julgamentos de Nuremberg acabaram e a Guerra Fria começou, os países vitoriosos se deram por satisfeitos e perderam o interesse em punir os criminosos do conflito.

Mas “Caçadores de nazistas”, de Andrew Nagorski, mostra um pequeno grupo de pessoas (oficiais e civis) que continuou lutando pela justiça mesmo depois que a maioria já estava começando a se esquecer dos crimes cometidos durante o conflito. Determinados a punir os criminosos de guerra, eles mostraram que uma hora ou outra a justiça é feita.

3. Gestapo, de Frank McDonough

Ver Preço →
A polícia secreta de Adolf Hitler, a Gestapo, tinha o objetivo de encontrar e eliminar todos os “inimigos do povo”. Mas, pouco se sabe sobre essa misteriosa organização.
Na obra de Frank McDonough nós temos a oportunidade de conhecer as histórias de pessoas que atuaram na Gestapo como equipe ou informantes. Dessa forma, o historiador revela os métodos e a frieza dos oficiais que trabalharam na organização.


4. O desaparecimento de Josef Mengele, de Olivier Guez


Josef Mengele, mais conhecido como Anjo da Morte no campo de concentração de Auschwitz, foi um médico responsável por escolher o destino das vítimas, como câmaras de gás, trabalho escravo, entre outros. Além disso, ele também realizava experimentos e pesquisas macabras.

Com o fim da Segunda Guerra Mundial, Josef Mengele consegue escapar dos tribunais e fugir para a América do Sul. Durante trinta anos, o médico ficou desaparecido, até que foi encontrado morto em uma praia do Brasil.

Em “O desaparecimento de Josef Mengele”, Oliver Guez traça as viagens do médico nazista e sua vida clandestina depois da guerra.

5. O pacto entre Hollywood e o nazismo, de Ben Urwand



Hitler era obcecado por filmes e sabia que eles tinham um poder enorme de influenciar a opção pública. Por isso, a Alemanha nazista fez um acordo com Hollywood para que não fossem produzidos filmes que atacassem nem a perseguição aos judeus e nem os nazistas.

Até pouco tempo atrás, esse acordo era desconhecido. Mas, “O pacto entre Hollywood e o nazismo”, de Ben Urwand, trouxe à tona parte sombria da história dos Estados Unidos e de Hollywood.

Dicas via Mural dos Livros!


Nenhum comentário:

Postar um comentário